Goioerê, domingo, 21 de outubro de 2018 ESCOLHA SUA CIDADE

Esportes

25/01/2018

Ellen diz que meninas do banco ajudam além da água e toalha no Praia Clube

Ellen diz que meninas do banco ajudam além da água e toalha no Praia Clube

Quando a situação parecia complicada ao Praia Clube diante do Pinheiros, o técnico Paulo Coco acionou as meninas do banco para mudarem o panorama da partida. E deu certo. Além de Carla – que mais uma vez começou como titular –, Natasha, Andreia, Ananda e Ellen entraram no time e foram o “diferencial” esperado pelo treinador.

A ponteira Ellen, que entrou no lugar de Amanda no decorrer da partida, solucionou os problemas de passe, virou bolas importantes e, pela atuação, foi eleita a melhor em quadra. Para ela, as meninas do banco têm um papel muito mais importante daqueles que pensam que é só para “entrar água e toalha” às titulares.

– A galera do banco trabalha muito e fica esperando uma oportunidade para ajudar o time. Ajudamos na água, na toalha, mas queremos fazer algo a mais. Em vários jogos, sabemos que vão precisar de nós e temos que estar atentas, porque muitos jogos difíceis virão pela frente e o time ganhará junto sempre – destacou Ellen.

Paulo Coco também vê desta forma. Para ele, ninguém é titular ou reserva no Praia Clube, apesar de reconhecer que o time mineiro tem pilares importantes no elenco. Ainda de acordo com o treinador, uma equipe para ser campeã precisa de um coletivo para mudar a estratégia durante o jogo ou mesmo suprir a ausência de uma das principais jogadoras do time, como da oposta norte-americana Nicole Fawcett, que se recupera de uma lesão na panturrilha direita.

– Claro que nós temos jogadoras importantes e que uma Nicole Fawcett faz falta, a Wal quando jogou fez falta, a Fabi e a Garay também fazem falta quando não estão em quadra, são os pilares da nossa equipe. Mas todas as jogadoras são importantes no contexto coletivo, nunca vi um time ser campeão com sete jogadoras. As que vem do banco são um diferencial para uma partida. Nossa força é ter todo mundo, quando não temos perdemos um pouco, mas se quisermos ter algo não podemos depender de ninguém individualmente. Nunca considerei uma Ellen, uma Ananda, a Natasha e Carla como reservas, por exemplo. Esse o caminho – finalizou o treinador.

O Praia Clube tem 43 pontos e lidera, três pontos à frente do Rio de Janeiro. Na próxima rodada, o Praia joga novamente em casa e recebe o Brasília, na sexta-feira, à 19h30, na Arena Praia, em Uberlândia.

 

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | ASSESSORIA DE IMPRENSA

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 0011632/PR

Desenvolvido por Cidade Portal