Goioerê, quinta-feira, 24 de setembro de 2020 ESCOLHA SUA CIDADE

Esportes

11/02/2017

Irmã brasileira de Al Horford jogará na Espanha e terá 1º encontro com o pai

Irmã brasileira de Al Horford jogará na Espanha e terá 1º encontro com o pai

Com média de 14,9 pontos, 6,7 rebotes e 5,1 assistências, o ala-pivô Al Horford é um dos principais nomes do elenco do Boston Celtics, que faz uma excelente temporada na NBA e está na segunda colocação da Conferência Leste, com 34 vitórias, 19 derrotas e 64,2%, atrás apenas do Cleveland Cavaliers, de LeBron James e cia. O atleta dominicano de 30 anos é filho de Tito Horford, que jogou três temporadas na liga americana (no Milwaukee Bucks e no Washington Bullets, hoje Wizards). Ou seja, o basquete está no sangue da família. O que poucos sabem é que há uma brasileira no clã. Trata-se de Maira Fernanda Horford.

Paulista de 21 anos, Maira joga como ala-armadora e terá sua primeira experiência internacional em breve. A jogadora assinou um contrato para atuar na segunda divisão da Espanha pelo Ausarta Barakaldo. Apesar de a curta passagem durar apenas até 16 de maio, quando termina a temporada da divisão de acesso espanhola, ela se disse muito empolgada por sair do Brasil para jogar fora pela primeira vez. Depois que terminar o acordo com a equipe europeia, a atleta pretende retornar ao país para a disputa do Campeonato Paulista - ainda sem time definido por aqui. A expectativa maior da brasileira, contudo, é o primeiro encontro com o pai Tito, com quem só falou por telefone até hoje.

- Vou jogar no Ausarta Barakaldo, que é um time da segunda divisão que quer subir para a primeira. A minha expectativa é a melhor possível, estou ansiosa para chegar lá e poder ajudar a equipe. Vou encontrar meu pai lá na Espanha. Em abril, ele (que mora em Michigan, nos Estados Unidos) vai viajar para ficar comigo. Por enquanto ainda estou calma (risos), mas quando estiver próximo desse dia ficarei bem ansiosa e curiosa pra saber como ele é - comentou a atleta, que se destacou pelo São José Basketball nas últimas temporadas.

Na década de 90, Tito Horford jogou por três anos no Brasil, onde defendeu o Sírio e o Suzano. Foi no clube do interior paulista que conheceu a então atleta de vôlei Patrícia de Andrade, mãe da jovem jogadora, que tentou fazer com que ela atuasse em seu esporte. Apesar de o ex-atleta nunca ter conhecido a menina, o amor pelo basquete falou mais alto. Maira também nunca teve a oportunidade de estar com seu irmão, que joga pela NBA desde 2007 e, além dos Celtics, atual equipe, já vestiu as cores do Atlanta Hawks.

- Eu acompanho o máximo possível dos jogos do meu irmão e sempre torço muito por ele. Mas nunca tive contato com ele. A gente nunca se encontrou porque ele não tem muito tempo lá, né? São treinos e jogos um atrás do outro. Teve uma vez que estava tudo certo dele vir pra cá com meu pai, mas no final ele não conseguiu vir - lamentou a jovem.

Com pouco tempo para mostrar seu basquete na Espanha, Maira quer se esforçar ao máximo para começar a abrir seu caminho no esporte internacional e, quem sabe, alcançar um dia seu sonho de atuar na WNBA, a liga feminina de basquete dos Estados Unidos.

- Com certeza acho que todas as atletas têm o sonho de jogar na WNBA, eu espero um dia conseguir e ficar perto do meu pai e dos meus irmãos - concluiu.

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | GLOBO ESPORTE

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 0011632/PR

Desenvolvido por Cidade Portal